quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Deus existe? por Albert Einstein


Alemanha
Inicio do século 20

Durante uma conferência com vários universitários, um professor da Universidade de Berlim desafiou seus alunos com esta pergunta:
“Deus criou tudo o que existe?”

Um aluno respondeu valentemente:
“Sim, Ele criou.”

“Deus criou tudo?”
Perguntou novamente o professor.
“Sim senhor”, respondeu o jovem.

O professor respondeu,
“Se Deus criou tudo, então Deus fez o mal? Pois o mal existe, e partindo do preceito de que nossas obras são um reflexo de nós mesmos, então Deus é mau?”

O jovem ficou calado diante de tal resposta e o professor, feliz, se regozijava de ter provado mais uma vez que a fé era um mito.

Outro estudante levantou a mão e disse:
“Posso fazer uma pergunta, professor?”

“Lógico.” Foi a resposta do professor.

O jovem ficou de pé e perguntou:
“Professor, o frio existe?”

“Que pergunta é essa? Lógico que existe, ou por acaso você nunca sentiu frio?”

O rapaz respondeu:
“De fato, senhor, o frio não existe. Segundo as leis da Física, o que consideramos frio, na realidade é a ausência de calor. Todo corpo ou objeto é susceptível de estudo quando possui ou transmite energia, o calor é o que faz com que este corpo tenha ou transmita energia.
O zero absoluto é a ausência total e absoluta de calor, todos os corpos ficam inertes, incapazes de reagir, mas o frio não existe. Nós criamos essa definição para descrever como nos sentimos se não temos calor”

“E, existe a escuridão?”
Continuou o estudante.
O professor respondeu: “Existe.”

O estudante respondeu:
“Novamente comete um erro, senhor, a escuridão também não existe. A escuridão na realidade é a ausência de luz.
A luz pode-se estudar, a escuridão não!
Até existe o prisma de Nichols para decompor a luz branca nas várias cores de que está composta, com suas diferentes longitudes de ondas.
A escuridão não!
Um simples raio de luz atravessa as trevas e ilumina a superfície onde termina o raio de luz.
Como pode saber quão escuro está um espaço determinado? Com base na quantidade de luz presente nesse espaço, não é assim?
Escuridão é uma definição que o homem desenvolveu para descrever o que acontece quando não há luz presente”

Finalmente, o jovem perguntou ao professor:
“Senhor, o mal existe?”

O professor respondeu:
“Claro que sim, lógico que existe, como disse desde o começo, vemos estupros, crimes e violência no mundo todo, essas coisas são do mal.”

E o estudante respondeu:
“O mal não existe, senhor, pelo menos não existe por si mesmo. O mal é simplesmente a ausência do bem, é o mesmo dos casos anteriores, o mal é uma definição que o homem criou para descrever a ausência de Deus.
Deus não criou o mal.
Não é como a fé ou como o amor, que existem como existem o calor e a luz.
O mal é o resultado da humanidade não ter Deus presente em seus corações.
É como acontece com o frio quando não há calor, ou a escuridão quando não há luz.”

Por volta dos anos 1900, este jovem foi aplaudido de pé, e o professor apenas balançou a cabeça permanecendo calado…

Imediatamente o diretor dirigiu-se àquele jovem e perguntou qual era seu nome?

E ele respondeu:
“ALBERT EINSTEIN.”

Obs: Ao ler esse artigo, achei-o bastante interessante, mesmo não acreditando que tal idéia (bastante inocente, por sinal) houvesse partido de um físico tão importante para a humanidade como foi e ainda é Albert Einstein, porém, também não se pode esquecer que o grande cientísta era também um humanista judeu e acreditava sim em Deus. Se essa idéia partiu de Einstein ou não, não posso afirmar, mas o que vale aqui, não é a autoria do mesmo, mas sim seu conteúdo.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Minha Ingratidão


Ao abrir os olhos e deparar-se com a chuva que cai freneticamente lá fora, numa manhã de segunda feira, o sentimento que aflora no nosso coração não é dos mais agradáveis, primeiro dia útil da semana sem dúvidas é um dos dias mais importantes da badalada semana que enfrentaremos, seja com trabalho ou estudos, mas não damos conta da dimensão e da complexidade que uma gotinha da molécula mais comum da terra passou para chegar onde chegou, você deve estar pensando que estou falando do processo físico da água, mas não, estou referindo-me a algo um pouquinho mais profundo, que é a criação de Deus.

No livro de atos dos apóstolos capitulo 17, Paulo faz uma menção a este ato de Deus, ao qual estamos incluídos “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há, sendo o Senhor do céu e da terra, pois ele mesmo é quem da a todos à vida a respiração e todas as coisas.”. Caro leitor, Deus criou tudo nessa terra para você! Ao acordar agradeça-o por tudo que criou, são tantos os detalhes da natureza e com um perfeição tão impressionante que realmente não devemos deixar de agradecê-lo. Por exemplo: a água mesmo, como é que um átomo de oxigênio e dois de hidrogênio pode absorver calor do ambiente mantendo assim o equilíbrio térmico do corpo de um animal ou de um determinado lugar? Como participa do processo de fotossíntese no qual é proveniente toda a alimentação da terra, e é liberado o oxigênio que eu e você estamos respiramos nesse exato momento? A água faz parte de todo o seu corpo dando essa forma tão linda que temos, e não bastasse isso ele mata a nossa sede diariamente, essa água que outrora reclamamos também faz parte da criação de Deus. Por isso meu querido contemple e resplandeça seu coração com as obras maravilhosas de Deus.

Autor: Rafael Caetano / rafaelcaetanodeoliveira@hotmail.com

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Como fazer MISSÕES?


Visão, amor pelos perdidos e disposição

Para iniciar um departamento missionário numa igreja, é necessário primeiramente que, aquelas pessoas interessadas em fazê-lo, se prontifiquem a compreender a vontade de Deus em relação ao assunto. Para isso, precisam ter a visão certa: a visão de Deus. Então podemos fazer algumas perguntas para entendermos melhor sobre essa necessidade.

- O que você sente no coração quando ouve alguém falar sobre as necessidades do mundo?
- Idéias novas e diferentes surgem em sua mente quando alguém lhe fala sobre missões?
- Você ora constantemente pelos missionários que estão no campo?
- Você tem influenciado outros para se envolverem com missões?
- Quando alguém compartilha contigo a respeito do seu chamado, você o incentiva a continuar?
- Você já mobilizou pessoas alguma vez a enviar uma oferta missionária para missões?
- Você gosta de participar de conferências, congressos, acampamentos que abordam o tema missões?
- Você envia periodicamente oferta para algum missionário no campo?

Deu para sentir que as perguntas acima apontam uma ligação inquebrável das três áreas necessárias na vida da igreja, para alguém iniciar um departamento missionário. Essas áreas são, na verdade, a essência do compromisso missionário que todo cristão deve ter no seu dia a dia, elas são:

VISÃO + AMOR PELOS PERDIDOS + DISPOSIÇÃO = MISSÕES

Mais de dois bilhões e setecentos milhões de seres humanos, número que representa cerca de dois terços da humanidade, ainda não foram evangelizados. Sentimo-nos envergonhados da nossa negligência para com tanta gente; continua sendo uma reprimenda para nós e para toda a Igreja. Há, no momento, todavia, em muitas partes do mundo, uma receptividade sem precedentes para com o Senhor Jesus Cristo. Estamos convictos de que esta é a hora de as igrejas e outras instituições orarem fervorosamente pela salvação do povo não evangelizado e de lançarem novos programas visando a evangelização total do mundo.

"E disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura" (Marcos 16: 15).

As Boas Novas do Evangelho foram deixadas na terra por Jesus, para toda a raça humana. Por isso, devemos ir por todo mundo, e não apenas para algumas regiões. O "Ide" é imperativo e não opcional. Este é o nosso chamado como corpo de Cristo, é a nossa responsabilidade: ir e pregar o evangelho.

VISÃO - Olhar para o mundo sob a perspectiva bíblica. Saber que Jesus morreu por todos os homens. Conhecer as necessidades do homem e ter a verdadeira consciência sobre as responsabilidades conferidas a você para mudar tal situação.

AMOR PELOS PERDIDOS- Uma paixão desenfreada por aqueles que se perdem no mundo. Preocupação autêntica com as pessoas que ainda não foram alcançadas pelo evangelho. Sofrimento e dor quando ouve alguma notícia sobre a situação caótica da raça humana. Sente a responsabilidade de mudar a situação.

DISPOSIÇÃO - Levanta-se para fazer algo concreto em benefício das pessoas. Não mede esforços para trabalhar na casa de Deus. Está sempre alegre em saber que tudo aquilo que é feito para o obra de Deus é bom e satisfatório. Não importa o resultado imediato, o importante é que o nome do Senhor está sendo glorificado. Dispõe-se debaixo de uma vívida e empolgante responsabilidade para mudar a situação.

Visão = Conhecer a responsabilidade.
Amor pelos perdidos = Sentir a responsabilidade.
Disposição = Agir sob a responsabilidade.

Fazer missões é algo imperativo para o povo de Cristo. O "Ide" é uma ordem do próprio Senhor Jesus.

Fonte: Igreja Metodista Wesleyana


quinta-feira, 30 de julho de 2009

Aprendendo com o Mestre

Jesus e a mulher samaritana. (Jo. 4:4-30)

- Desperte a atenção: “Dá-me de beber… Como sendo tu, judeu, pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana?”

- Desperte o interesse: “Se soubesse quem te pede água, me pedirias e te daria água viva. Onde conseguirias água viva? O poço é fundo e tu não tem nada com que tirá-la. És mais que Jaó que nos deu este poço?”.

- Desperte o desejo: “Aquele que beber desta água tornará a ter sede mais o que tomar da água que eu lhe der, jamais tornará a ter sede. Dá-me desta água para que eu não tenha sede outra vez, e não tenha que vir para tirá-la”.

- Leve a uma convicção de necessidade (de pecado): “Vai e chama teu marido. Não tenho marido. Disseste bem, tiveste cinco maridos e o que agora tens não é teu marido” – Ele trouxe à luz a evidência do seu pecado.

- Fechamento ou Conclusão: Leve-a a uma decisão. “Sou eu que falo contigo”. (Confronta com uma decisão que ela tema tomar, terá que aceitá-lo ou rejeitá-lo).

Jesus estava no templo sempre, mas o seu lugar de atuação era onde estavam os pecadores, na praia, nos montes, nas casa de cobradores de impostos, junto às prostitutas, junto a pessoas pobres, mendigos, endemoninhados, leprosos e até mesmo mortos.

O poder do conhecimento da “PALAVRA”

Assunto: “A Palavra de Deus”

- João- 8:32 - E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

Você prestou atenção que muitas das pessoas entram na Igreja, para buscar uma benção, aceitam a Jesus Cristo como seu salvador e logo saem da presença de Deus e ficam piores do que antes? Você sabe por que isto acontece?
A maior parte ensina fazer campanha de libertação, e de cura, e de prosperidade e esquecem que, para manter a libertação precisamos aprender a viver uma vida dirigida pela Palavra de Deus.


Obs:
Se a pessoa não dispuser de tempo para aprender da Palavra de Deus, tudo que ela conquistou se perderá. A Palavra tem que encher a casa vazia sempre.

A Palavra de Deus é a verdade, mas para termos o conhecimento da verdade temos que conhecer este Deus Todo Poderoso e Maravilhoso!!!

Nunca o ser humano viu Deus, porque é espírito e não tem forma visível aos olhos humanos. Mas,Deus a Divina Sabedoria, nos revelou através da
Sua “Palavra” (o Verbo), e criou juntamente com o Espírito Santo, dando forma a um corpo, “Jesus Cristo”, para mostrar a todos os homens deste mundo o “Deus da Verdade”.

Em Jesus Cristo, cheio do Espírito Santo de Deus, mostrou aos seres humanos, toda a verdade através do testemunho da “Palavra” escrita e inspirada pelo Espírito Santo aos discípulos de Cristo. Não com olhos humanos, mas pelo Espírito Santo. (O Evangelho de Cristo fosse revelado ao mundo)

-Isaías- 11:1- Porque brotará um rebento do tronco de Jessé, e das suas raízes um renovo frutificará. E repousará sobre Ele o Espírito Santo do SENHOR, o espírito de sabedoria, o espírito de entendimento, o espírito de conselho, o espírito de fortaleza, o espírito de conhecimento e o espírito de temor do SENHOR. (sete espíritos de um ser).

Obs: Somente um Espírito Santo do Senhor, está escrito em maiúscula, e seis em letra minúsculas indicando que são espíritos no homem. O Espírito Santo é que nos encherá. Nos encherá de espírito de sabedoria, entendimento, conselho, fortaleza, conhecimento, temor do Senhor, nós seremos o seu templo, a sua “igreja”, a sua morada para sempre.
E deleitar-se-á no temor do SENHOR; e não julgará segundo a vista dos seus olhos,(humano) nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos. (humano)

(-Apocalipse- 1: 3- “Bem-aventurado aquele que “lê”, e os que “ouvem” as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.
)
Quando lemos e cremos na “Palavra,” Ela nos fortalece, nos da capacidade e também da autoridade. Devemos nos aplicar ao conhecimento da Palavra, precisamos ter a mente aberta e toda oportunidade que tivermos ao nosso alcance, seja na Igreja, ou escolas de cursos bíblicos, temos que fazer a nossa parte. Precisamos dar ênfase no conhecimento da Palavra de Deus, e crer que o Espírito Santo nos capacitará em Cristo Jesus, que é a luz da “Palavra” desta profecia. Pois sem Eles nós não poderemos ser “vencedores”.

A Palavra: É ELA que nos ensina a lutar contra o mal, contra o pecado, porque é o pecado que nos afasta da benção de Deus.

A Palavra: É ELA que nos da autoridade pela fé, no Nome de Jesus em toda sua obra de cura e libertação.


Obedecendo a Palavra de Deus, prosperamos em tudo que colocarmos a mão.

-Deuteronômio- 28:2 -E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz (a Palavra) do SENHOR teu Deus; (ouvir, dar crédito, praticá-la)

Não é somente irmos à Casa de oração, para recebermos uma benção e voltarmos somente quando precisarmos de outra benção. Assim estaremos sempre vazios e sem esperança. Vamos ao Templo para nos encontrarmos com o Abençoador, conhecê-Lo, recebê-Lo, e levarmos para casa o nosso Abençoador, para morar em nós para sempre!!! Temos que fazer da nossa casa, a sua morada e abrirmos a porta do nosso coração!!! Aleluia, Glória a Deus!!!